A memória

O poder da memória e a importância que a mesma exerce ao longo das nossas vidas é incomensurável. Uma boa recordação pode ser como uma fonte inesgotável de prazer. Podemos suga-la de tal forma, que deixamos que ela nos alimente, que ela se transforme num poço de conforto para onde podemos sempre escapar. Mas como em quase tudo, existe o reverso da medalha, a outra metade da laranja. Uma má recordação pode gerar um trauma. Pode transformar-se numa teia que vai cobrindo tudo á nossa volta e que nos começa lentamente a sufocar. Pode atingir-nos como uma onda de pessimismo, negatividade e criar uma sensação de desespero e de depressão. A força do pensamento é brutal e nestas situações, pode torna-se difícil ou impossível de gerir. Mas imaginar uma existência sem memória é uma ideia para lá de dolorosa. No outro dia ao ver um filme sobre a doença de Alzheimer, dei por mim a debater-me com estes pensamentos. No fundo é uma doença que nos vai matando lentamente, porque tantas vezes nos vai roubando o que temos de mais precioso. Primeiro quase sem se deixar ver, depois avançando rapidamente e acabando em avanços e retrocessos que tão pouco se podem controlar. Como se de repente tudo o que vivemos deixasse de fazer sentido, porque no final de contas o que foi isso que vivemos, se naquele momento não e mais do que um fundo vazio? Quando nos debruçamos sobre estes assuntos e decidimos passar a barreira da sua superfície, deparamo-nos com questões tão essenciais como esta, Afinal qual é o verdadeiro propósito da nossa existência?

One thought on “A memória

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: