Fora de jogo

É difícil lidar com a vida e o curso que ela corre seja qual for a prisma em que decidimos pôr a questão. Ao longo dos anos, certas coisas vão tornando-se mais toleráveis, menos incomodativas e outras conseguem até ignorar-se. Por outro lado outras vão tornando-se mais pesadas e cada vez mais difíceis de suportar. Vejo pessoas a alcançar enormes sucessos, a atingir todas as suas metas e até mais e penso no quanto elas o merecem. Mas são poucas, podem contar-se pelos dedos das mãos. Já mãos não haveriam para contabilizar, o número de pessoas que vejo a receberem tudo de mão beijada, sem darem o mínimo valor e aí penso no quanto elas não o mereceram. Por mais tempo que passe, não consigo ser indiferente a isso. Contínuo sem saber como lidar com elas e com a maneira como nos obrigam a ver tudo o que de maravilhoso lhes acontece. É aqui que percebo que na vida quase tudo está absurdamente mal distribuído. Vivemos num constante jogo de ‘show-off’ em que quase tudo é permitido para as pessoas se fazerem notar e conseguirem de alguma maneira, mesmo que ridícula, sobressaírem. Para entrar nesse jogo o único requisito é conhecer a arte da representação e para quem ousar subir a parada, conhecer os meandros da manipulação. Assisto como mera espetadora a esta peça barata e por mais que isso me afaste da verdadeira ação, sinto uma enorme tranquilidade em permanecer do lado de fora.  

Anúncios

One thought on “Fora de jogo

  1. Margot diz:

    Keep going!!!!
    Thank´s.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: