A nossa língua

Eu gosto de línguas. Cada língua representa de forma muito particular quem a fala. Representa não só os seus falantes, como os seus países, as suas culturas. No meu coração há espaço para diferentes amores por diferentes línguas. As viagens e o contato que me dão direto a essa tão grande variedade de dialetos e sotaques, fazem com que me apaixone e me encante muitas vezes. Mas o passar do tempo trouxe uma certeza, nenhuma língua soa como a nossa, como a minha. Nada transporta de forma mais pura, o que é a nossa identidade, o lugar onde pertencemos. Nós somos a nossa terra, o nosso bairro, a nossa casa, mas é na forma como nos comunicamos que melhor se veem as nossas raízes. O som que as palavras criam nos nossos lábios, a forma como as nossas línguas se enrolam, diz tanto de nós. Talvez seja o nosso orgulho, que nos faça falar sempre tão alto. Quando estou longe deste cantinho que é o meu país e algures por esse mundo, ouço falar a minha língua, um arrepio percorre a minha espinha e onde quer que esteja, por breves segundos, estou em casa. Por mais que pela minha boca, possam neste momento, correr outras, só a esta posso chamar de língua materna. E nunca nada fez tanto sentido, porque a nossa língua é no fundo a nossa mãe e nada nos dá maior sensação de pertença do que falar e ouvir este rico português.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: