Nós a sermos cada vez menos nós

Somos criados de forma a sermos automaticamente e naturalmente (ou diria eu, artificialmente), pessoas politicamente corretas no nosso comportamento em sociedade. No nosso dia-a-dia, a grande maioria dos nossos atos é feita em piloto automático, nada é efetivamente pensado ou sentido. Somos pequenos robots que pouca ou nada se questionam e seguem assim, uns atrás dos outros. Pensemos num exemplo tão simples como este: qual foi a ultima vez que dissemos ‘bom dia’ direcionado a alguém e quisemos efetivamente que isso fosse verdade? ‘Prazer em conhecê-lo’, como é que podemos afirmar conhecer alguém que nos foi apresentado há segundos e ainda para mais ter prazer nisso? Contabilizem as vezes que debitam estas palavras por dia e a quantas pessoas isso faz verdadeiramente algum sentido e a quantas não passam de meras e vazias palavras. Mas mais uma vez, a culpa não é nossa, foram ensinamentos que se foram enraizando e afinal, que todos fossem tão ‘maus’ como este. É por estas pequeníssimas coisas que às vezes deixamos que o mundo nos torna em seres superficiais, que vivem por cima das coisas e quase nunca dentro delas. Talvez a maior culpada ainda seja a Internet e as suas filhas redes sociais, que nos permitiram a todos, ser críticos de sofá e que dessa forma, na realidade do dia-a-dia nos vão desumanizando. 

Anúncios

One thought on “Nós a sermos cada vez menos nós

  1. Margot diz:

    É por estas e por outras que te adoro!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: