Dia de quê?

O dia dos Namorados é uma desculpa para se poder desavergonhadamente apelar ao consumismo de forma ‘fofinha’ e uma intoxicação alimentar para os solteiros. Apesar de não jogar nessa equipa, estou do lado deles e não celebro a data. A ideia de ir a um restaurante onde estão todos aos pares, a hipótese de desesperar na fila do cinema ou a possibilidade de receber um ursinho com o coração que diz I love you, não vão comigo. Aceito que a data seja uma desculpa para se estar com quem se gosta, apenas isso. Os namorados não precisam de lembretes para serem mais queridos ou cuidadosos e muito menos românticos. Romantismo devia rimar sempre com espontaneidade e originalidade, de preferência. Que as mulheres não gostam de receber flores é mentira, mas que hoje é o dia certo para as oferecer também o é. O Amor não pode nem deve ter hora marcada para se manifestar, não é programável nem nada que possamos fazer e riscar da lista. Que este dia seja o que fizermos dele e não o que a sociedade de consumo pretendeu que fosse. 

One thought on “Dia de quê?

  1. Margot diz:

    Perfeito!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: