Abril de Abril

Liberdade é o direito de proceder conforme nos pareça, contando que esse direito não vá contra o direito de outrem. Conhecemos a primeira parte da frase, mas vivemos em contrário com o que vem depois da vírgula. Queremos viver a nossa liberdade como melhor nos convém e tirar o melhor proveito dela, mas continuamos a não saber lidar com a dos outros. Não existe uma liberdade igual para todos, uniformizada. Cada um de nós sente para si o que é ser livre. Liberdade deverá sempre implicar respeito e não só ousadia. Só poderemos ser verdadeiramente livres no sentido da palavra quando cortamos as amarras do preconceito e vivermos desassombrados. Mas acima de tudo devemos saber lembrar que aquilo que hoje tomamos como garantido, um dia não o foi. Há que lembrar a luta e ter orgulho numa revolução que ao contrário das outras, provou ao mundo que se podem disparar cravos em vez de tiros e vencer a batalha condignamente. “Era um Abril de clava Abril de cravo/ Abril de mão na mão e sem fantasmas/ esse Abril em que Abril floriu nas armas.”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: