O bom da idade

O tempo tem o dom de elevar os nossos níveis de tolerância. Mas melhor do que isso é tornar-nos menos amargos, mais flexíveis e mais dispostos a deixar as expetativas em aberto. Antes fechava as portas com mais força, gritava mais alto e não sabia relativizar. Uma palavra mais dura aos meus ouvidos ou um gesto menos ponderado, poderiam ser na minha cabeça o derradeiro drama. Antes eu permitia que facilmente a melancolia chegasse, levasse o sono e as vontades e me fizesse mergulhar em profundas e absurdas reflexões e divagações. Hoje sei que na maioria das vezes bater com a porta não é solução e dou por mim a deixa-la entreaberta, percebendo que nem sempre serei a dona da verdade. Hoje não digo que não gosto antes de provar e sei dar o benefício da dúvida. Hoje deixo que as pessoas me surpreendam antes de deduzir que sei sempre o que esperar delas. Hoje sinto que vivo ao invés de ir vivendo.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: