Magnético

A certeza dessa perpetuação. A consciência de que algo assim não se perderá, não se dissipará, não se esvairá. Talvez se intensifique, talvez se materialize, talvez se torne ainda mais palpável. Certamente extrapolará o confinamento do quadrado, certamente viajará por lugares diversos, nem sempre lógicos, meio difusos.

E eu também consigo ver tudo isso. Com a mesma clareza com que os teus olhos já imaginaram todos esses reencontros. Com a mesma clareza com que a tua vontade já os desenhou. E de tão certo, já poderia viver apenas dessa antecipação.

Pouca previsão, pouco agendamento e muito improviso. Talvez a meio da noite, talvez algumas horas para gastar na estrada. Talvez num lugar familiar, talvez num lugar clandestino.

E talvez aí te diga alguma coisa que nunca disse. Pela força do momento, pela envolvência mística dessa cidade e talvez depois me arrependa. Mas nada terá que mudar quando tudo isto é tudo o que tem de ser.

E eu não quero mais luz. Só essa, a tua. A de sempre.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: