Sundy

E de repente existe um lugar perdido no mundo, onde tudo fez sentido. Onde todas as questões tiveram resposta, porque o questionamento se esvaiu. Fechei os olhos e tu estavas ali. O meu encantamento era o teu encantamento. E depois de me teres aparecido, já não voltei a estar sozinha.

Recebi nas mãos e no corpo, a certeza de que nada poderia ter sido de outra forma. Tudo isto estava de alguma maneira escrito, tudo isto deveria ser vivido aqui. Houve um motivo para todos os banhos de mar, para todas as noites que foram manhãs e para todas as horas que prolongámos numa linha infinita de tempo. Para todas as palavras que não dissemos e para as que não dissemos vezes suficientes.

Houve um motivo para as ausências trazerem sempre frio e para que todas as chegadas fossem regressos a casa. Para que todos os olhares fossem conversas e para que todas as mãos fossem segredos.

Para que a luz nunca se esgotasse.

E ali, naquele lugar idílico e misterioso, eu vi uma história que ainda não se contou. E eu vi o quadrado a saber sê-lo, em tantos outros lugares do mundo.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: